domingo, 16 de outubro de 2011

Simulado - Biomassa e biocombustíveis





Segue abaixo um simulado de 12 questões sobre biomassa e biocombustíveis. Faça-o e teste seus conhecimentos sobre o assunto!




Questão 01


(Uerj)

Lula defende biocombustíveis das críticas crescentes


BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a produção de biocombustíveis pelo Brasil rejeitando as críticas de que ela acelera o aumento dos preços dos alimentos em todo o mundo e prejudica o meio ambiente.

As crescentes críticas são um desafio à diplomacia brasileira e ao auge das exportações agrícolas, que transformaram o Brasil no maior exportador mundial de etanol derivado da cana-de-açúcar.

Competidores e críticos tentaram relacionar várias das exportações agrícolas do país, da carne à soja, com a destruição do meio ambiente e com más condições de trabalho.


RAYMOND COLITT, em 16/04/2008
Adaptado de www.estadao.com.br


O debate a respeito do uso de biocombustíveis não envolve apenas questões ambientais, mas também diferentes interesses econômicos. Neste último caso, encontram-se países e empresas que lucram com a utilização em larga escala dos combustíveis fósseis e produtores de biocombustíveis. Nesse campo de lutas, o Brasil emerge como um potencial ator de primeira grandeza, posicionando-se no centro dessa polêmica.


Um alegado risco ambiental decorrente da maior produção de biocombustíveis no Brasil e uma vantagem territorial que fundamenta a defesa desta política de Estado, respectivamente, são:


(A) desertificação - abundância de recursos hídricos

(B) degradação dos solos - predomínio de solos férteis

(C) desmatamento - disponibilidade de terras não cultivadas

(D) disseminação de pragas - ocorrência de climas temperados


Questão 02

A Lei Federal n.º 11.097/2005 dispõe sobre a introdução do biodiesel na matriz energética brasileira e fixa em 5%, em volume, o percentual mínimo obrigatório a ser adicionado ao óleo diesel vendido ao consumidor.


De acordo com essa lei, biocombustível é “derivado de biomassa renovável para uso em motores a combustão interna com ignição por compressão ou, conforme
regulamento, para geração de outro tipo de energia, que possa substituir parcial ou totalmente combustíveis de origem fóssil”.


A introdução de biocombustíveis na matriz energética brasileira

a) colabora na redução dos efeitos da degradação ambiental global produzida pelo uso de combustíveis fósseis, como os derivados do petróleo.

b) provoca uma redução de 5% na quantidade de carbono emitido pelos veículos automotores e colabora no controle do desmatamento.

c) incentiva o setor econômico brasileiro a se adaptar ao uso de uma fonte de energia derivada de uma biomassa inesgotável.

d) aponta para pequena possibilidade de expansão do uso de biocombustíveis, fixado, por lei, em 5% do consumo de derivados do petróleo.

e) diversifica o uso de fontes alternativas de energia que reduzem os impactos da produção do etanol por meio da monocultura da cana-de-açúcar.


Questão 03


(Enem) A biodigestão anaeróbica, que se processa na ausência de ar, permite a obtenção de energia e materiais que podem ser utilizados não só como fertilizante e combustível de veículos, mas também para acionar motores elétricos e aquecer recintos.


O material produzido pelo processo esquematizado acima e utilizado para geração de energia é o

a) biodiesel, obtido a partir da decomposição de matéria orgânica e(ou) por fermentação na presença de oxigênio.

b) metano (CH4), biocombustível utilizado em diferentes máquinas.

c) etanol, que, além de ser empregado na geração de energia elétrica, é utilizado como fertilizante.

d) hidrogênio, combustível economicamente mais viável, produzido sem necessidade de oxigênio.

e) metanol, que, além das aplicações mostradas no esquema, é matéria-prima na indústria de bebidas.


Questão 04

(Unaerp-SP) "Crescimento acelerado do consumo interno, motivado pelas vendas de carros bicombustíveis, estimula investimento de 12,5 bilhões de rais. As vendas de carros movidos a gasolina e a álcool já respondem por 32% do comércio global de veículos do Brasil."

Todas as opções sobre o Proálcool estão corretas, exceto:


a) O Programa Nacional do Álcool (Próálcool) foi criado em 1975, como uma forma encontrada pelo governo brasileiro para enfrentar as crises do petróleo, iniciadas em 1973.

b) O Proálcool representou uma fonte de desenvolvimento de tecnologias “limpas” por aproveitar a cana-de-açúcar como combustível.

c) Com o Proálcool, houve a reafirmação das plantations, o que contribuiu para a desconcentração da propriedade da terra.

d) O Proálcool começou a ser desativado a partir de 1986 em conseqüência de uma crise iniciada na safra de cana-de-açúcar que gerou a escassez do combustível.

e) As vendas brasileiras de álcool ao exterior ainda são, basicamente, de álcool industrial. Os principais mercados são Estados Unidos, Índia, Europa e Japão.


Questão 05

(Fuvest) O debate atual em torno dos biocombustíveis, como o álcool de cana-de-açúcar e o biodiesel, inclui o efeito estufa. Tal efeito garante temperaturas adequadas à vida na Terra, mas seu aumento indiscriminado é danoso. Com relação a esse aumento, os biocombustíveis são alternativas preferíveis aos combustíveis fósseis porque

a) são renováveis e sua queima impede o aquecimento global.

b) retiram da atmosfera o CO2 gerado em outras eras.

c) abrem o mercado para o álcool, cuja produção diminuiu o desmatamento.

d) são combustíveis de maior octanagem e de menores taxas de liberação de carbono.


Questão 06
(Uea) Os biocombustíveis surgem hoje como uma solução para os problemas mundiais de energia. O caráter renovável da biomassa torna o seu uso uma alternativa para a ameaça de esgotamento das jazidas de petróleo.

O aumento da produção de combustível com base na biomassa provoca o seguinte problema:

a) o aumento da emissão de gases do efeito estufa, o que agrava o aquecimento global.

b) a queda do preço do petróleo, o que contribui para o aumento do seu consumo.

c) a redução da oferta de alimentos, o que leva ao aumento de seus preços no mercado mundial.

d) a mudança da estrutura fundiária, o que acarreta o fracionamento das unidades produtivas.

e) a desvalorização do fator trabalho na agricultura, o que agrava as questões sociais no campo.


Questão 07

(Unifesp) No Brasil, o biodiesel é apontado como uma alternativa para geração de energia, por

a) abrir mercados no país, já que é uma fonte de energia sem restrições socioambientais.
b) impedir o desmatamento da Amazônia, substituindo a pecuária.
c) Criar empregos rurais qualificados para manipular máquinas agrícolas.
d) Ser exportável aos Estados Unidos, que não dominam tecnologia de biocombustível.

Questão 08

(IBMEC) “No ano passado, na visita ministerial à Califórnia, Furlan fez questão de ressaltar que o Brasil tem enorme potencialidade para atender mercados que começam a se interessar pelo uso desse combustível. A tecnologia dos equipamentos desenvolvidos aqui para a fabricação do etanol é um dos exemplos, além das parcerias firmadas com outros países. Furlan lembrou ainda que o etanol não é concorrente da gasolina, pelo contrário, são complementares. Atualmente na Califórnia, a mistura de álcool na gasolina é de 5,6%, o que gera um consumo de 900 milhões de galões por ano. Estuda-se a possibilidade de aumentar a porcentagem de álcool para 10%, o que aumentaria a demanda de etanol. No ano passado, o Brasil exportou US$ 77,462 milhões de álcool para os EUA. Só nos dois primeiros meses desse ano, o valor registrado em vendas foi de US$ 25,747 milhões.“

(Boletim do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior 06/04/2006.Veiculado no site: www.desenvolvimento.gov.br)


Segundo esse texto, o álcool brasileiro conquista cada vez mais espaço no mercado de combustíveis no mundo. Entre os fatores responsáveis por esse sucesso não está:

a) A adaptação de alguns países ao protocolo de Kioto, que prega a redução das emissões de gás carbônico.

b) A introdução de leis ambientais mais rígidas, algumas que pregam a diminuição da poluição atmosférica.

c) O uso de um combustível mais barato em relação ao petróleo, que atingiu preços recordes durante o ano de 2006.

d) A possibilidade de ser produzido em todas as partes do mundo, já que a cana-de-açúcar se adapta aos mais variados solos.

e) A diversificação da matriz de energia de transportes, com o intuito de diminuir a dependência do petróleo.



Questão 09


(UEPB)

"A polêmica do etanol"

A manchete publicada em jornal de grande circulação nacional nos leva a reflexão de que:


I - Segundo o representante da ONU para Direito à Alimentação, o uso de terras férteis para cultivos destinados a fabricar biocombustíveis reduz as superfícies destinadas à produção de alimentos.

II - No Brasil, o ministro da Agricultura afirmou que a produção de álcool não prejudica a produção de alimentos. Existe uma perfeita compatibilidade entre a produção de álcool e de alimentos. A plantação da cana-de-açúcar representa menos de 1% da produção total agrícola brasileira e as novas áreas para produção de álcool avançam para as pastagens.

III - Segundo o representante da ONU para o Setor da Agricultura e Alimentação (FAO) o etanol e o biodiesel têm condições de serem transformados em aliados no combate à fome, desde que acompanhados de políticas públicas que estimulem a agricultura familiar, a oferta de créditos, e uma estrutura de mercado que favoreça o comércio de alimentos sem amarras protecionistas.

IV - Atualmente o etanol é a maior fonte de energia do país.


Estão corretas:

a) Apenas as proposições II e III

b) Apenas as proposições I e II

c) Apenas as proposições I, II e III

d) Apenas as proposições I e IV

e) Todas as proposições


Questão 10

(Fuvest) O biodiesel é um combustível biodegradável, derivado basicamente de diversas fontes vegetais, e que pode substituir total ou parcialmente o diesel a partir do petróleo em vários tipos de motores.

a) Dê exemplo de duas fontes utilizadas na produção do biodiesel.

b) Explique porque o biodiesel tem sido considerado uma alternativa econômica e ambientalmente viável para o Brasil.


Questão 11

(Ufpe) Em 1975, o Governo Militar brasileiro, para enfrentar a alta geral dos preços internacionais do petróleo, baixou um Decreto criando o Programa Nacional do Álcool (Proálcool). Dentre as principais consequências sociais e ambientais desse importante programa, estão:

( ) a aceleração do processo de proletarização do trabalhador rural.

( ) a diminuição da poluição dos cursos de água, especialmente na Zona da Mata nordestina.

( ) A intensa utilização de agrotóxicos nas novas áreas cultivadas com cana-de-açúcar.

( ) A diminuição da mão-de-obra empregada na lavoura canavieira, com a elevada mecanização das atividades agrícolas.


Questão 12

(UFV) O Programa Nacional do Álcool (Proálcool) foi criado em 1975, como uma forma encontrada pelo governo brasileiro para enfrentar as crises do petróleo, iniciadas em 1973. Sobre o Proálcool, assinale a alternativa INCORRETA:

a) Baseou-se em uma forte política de subsídios e financiamento a juros baixos aos grandes usineiros, agravando ainda mais o problema fundiário no país.

b) Contribui para atenuar a crise do setor açucareiro brasileiro na década de 70, devido aos baixos preços internacionais do açúcar.

c) Possibilitou a abertura de novas fronteiras agrícolas, evitando investimentos em plantações e usinas já existentes.

d) Representou uma fonte de desenvolvimento de tecnologias limpas, por aproveitar a cana-de-açúcar como fonte de energia renovável.

e) Ocasionou uma série de problemas ambientais pela dificuldade de aproveitamento e armazenamento dos resíduos da produção de álcool.


Gabarito: 1 – c 2 – a 3 – b 4 – b 5 – e 6 – c 7 – d 8 – d 9 – c

10 – Discursiva

a) As principais fontes utilizadas na produção de biodiesel são: mamona, canola, soja, algodão, girassol, milho e amendoim.

b) Pelas condições climáticas favoráveis, pedológicas e de extensão territorial do país, além da política oficial de estímulo ao desenvolvimento científico e tecnológico para este combustível dentro do setor energético.

11 – V-F-V-V-V 12 - c

Nenhum comentário:

Postar um comentário